Mensagem do dia das Mães

 QUE AMOR DE MÃE!


  Não há explicação para este AMOR arrebatador...
 AMOR que não mede forças para defender,
É capaz de sentir dor sem doer,
De chorar sem entristecer,
De alegrar-se com suas vitórias e chorar em suas derrotas.
Pode ser platônico a vida inteira.


AMOR que quando o vê tropeçar e cair, estende as mãos a sorrir.
Ao passar noites em claro,
Dormir a noite inteira, é raro.
Sente emoção em qualquer ocasião, aja coração!


AMOR que sente ciúme, mas não toma posse.
Sabe que o "barquinho" deve ser lançado ao mar.
Trabalha para seus sonhos manter.
Briga, mas seus brinquedos põe-se a recolher.
Por mais que seja machucado, recompõe-se e volta a ficar ao nosso lado.
Nunca espera nada em troca,
Pelo contrário. Doa-se com toda força.


AMOR que ninguém sabe explicar, nem copiar.
Parece já nascer dentro deste alguém chamado perfeito, sem defeito.
Aos olhos do mundo, nem sempre bem vista, mas por seus filhos querida.
Difícil achar uma rima para um ser tão especial.


AMOR igual a este não tem igual.
Que AMOR de mãe!



 AMOR que nunca termina, mesmo sem rima e que com o tempo e como pó,
Termina em amor de vovó.




Nenhum comentário:

Postar um comentário